Recebi o Título de MVP da Microsoft! E Agora?

Fala galera da Nuvem! No último domingo recebi uma das ligações mais importantes da minha vida profissional, uma ligação do Glauter Jannuzzi (Gerente do Programa de Comunidades) e eu já entrei numa euforia só, porque sabia do que se tratava, ele estava me comunicando que eu agora faria parte do seleto grupo do MVPs (Most Valuable Professional) da Microsoft.

Trabalho com tecnologias Microsoft desde 1995 (velhinho hein). Comecei com o Windows 3.1, passei por todos os sistemas operacionais subsequentes, Windows NT 4.0, Windows 95 e por aí vai. E me tornei um fã boy de carteirinha da Microsoft.

Assisti pela primeira vez uma palestra em Recife no lançamento do Office 97, e comecei a me apaixonar pelo fato de transmitir conteúdo. Descobri que por trás daquilo existia algo que eu não conhecia, que se chamava comunidade.

Viajei várias vezes para Recife (da minha cidade Natal, são 4 horas de ônibus) para assitir várias e várias palestras, vários e vários eventos que eram realizados na cidade pela Microsoft, e ali conheci o primeiro show-man da empresa, o João Carlos Manzano, o cara era demais, as palestras dele eram extremamente técnicas e ao mesmo tempo super descontraídas.

Alguns anos depois conheci outros caras fantásticos como Fábio Hara, Gilson Banin, Luciano Palma, Alvaro Resende dentre tantos outros que demonstravam tanto prazer em transmitir conhecimento que decidi fazer o mesmo na minha cidade. E comecei a palestrar em eventos locais, durante muito tempo.

Com o passar do tempo o único lugar pra buscar informação ficou mais distante, e tive que ir pra São Paulo e conheci o Teched, atual Ignite, o evento anual da Microsoft e fui conhecendo mais gente, e adquirindo mais conhecimento e compartilhando mais conhecimento.

No lançamento do Windows Server 2012 (born to Cloud), a Microsoft nos levou para Bragança Paulista, no maior evento de comunidades que participei até hoje, lá o networking estrapolou os limites e conheci o Rafael Bernardes em início de carreira ainda, com sua câmera em punho filmando tudo pro seu canal CooperaTI, conheci uma grande turma como Maycon Alves, Daniel Donda, Josué Vidal, Marcelo Sincic, Thiago Silva, Emílio Mansur dentre outros, lá passamos 3 dias assistindo palestras, fazendo networking, e aprendendo muito, era o passo inicial da Microsoft para a nuvem.

Comecei a fazer parte de uma comunidade chamada MTAC, que no início era Microsoft Technical Audience Contributors, e hoje passou a se chamar Multiplatform Technical Audience Contributors, e conheci muita gente legal lá também, inclusive o Everaldo Oliveira (Chacrinha) que é gente boa demais da conta.

Para encurtar a conversa, ano passado, 2018 decidi dar um passo crucial na minha vida profissional. Eu já era MCSE em Windows Server, mas estava engatinhando no Azure e decidi fazer o curso do MVP Rubens Guimarães e me mandei pra São Paulo. Foram 2 dias de muito conteúdo sobre o Azure. Lá o Rubens já me conhecia da comunidade MTAC e me sugeriu “cara tenta se tornar MVP, você tem um trabalho legal na comunidade em Natal e eu te indico”, ali pra mim foi o “start”.

Logo após o curso do Rubens palestrei várias vezes na minha cidade e comecei a “preencher a planilhinha”. Fui convidado pelos amigões Maycon Alves e Vinicius Perrot para participar do projeto da Caravana Azure & Data e transpassei os limites da minha cidade palestrando em Campina Grande e João Pessoa, além de conhecer mais gente boa.

Nos outros cursos de Azure do Rubens (fiz a grade toda do Azure Academy) estreitei meus laços de amizade com o Carlos Finet, que um dos caras mais gente fina que eu conheço, e profissional de Windows Server de mão cheia, quiçá o maior do Brasil. E iniciamos um projeto chamado Azure Experts, que dá o nome desse site/blog, e minhas contribuições se tornaram semanais.

Bem, aí chegou o dia 1 de dezembro, onde recebo a ligação do Glauter, e de lá pra cá é tanta coisa que já aconteceu que depois eu falo pra vocês. Mas algumas coisas são certas: Estudar, compartilhar e não desistir dos seus sonhos, no dia certo, na hora certa, Deus nos abençoará.

E fazer o que agora? Continuar compartilhando conhecimento sobre Azure, Cloud, palestrar, escrever, gravar vídeos e compartilhar, compartilhar e compartilhar.

Já estou saindo pra palestrar no IFRN, um abração e tenham um ótimo dia.

Francisco Ferreira

Francisco Ferreira é MVP em Azure, formado em Tecnologia de Banco de Dados pela Estácio, pós-graduado em Arquitetura de Computação em Nuvem pela UFRN e faz parte da comunidade MTAC - Multiplatform Technical Audience Contributor. Possui as certificações Microsoft Azure Administrator, MCSE Cloud Infrastructure, MSCSA, MCITP, MCT, MCTS, MCPS, MS, MTA, MCDST, MCP, EXIN Cloud Essentials, Citrix CCA e VMWare VCA. Possui 24 anos de experiência em Tecnologia da Informação, trabalhou 2 anos como Arquiteto de Soluções na Hybrid Datacenter, atua como professor na área de tecnologia e atualmente trabalha como Administrador de Redes da Miranda Computação em Natal-RN.

Um comentário em “Recebi o Título de MVP da Microsoft! E Agora?

  • 4 de dezembro de 2019 em 12:30
    Permalink

    Parabens Francisco merecido, e que seja só o inicio.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: